Make your own free website on Tripod.com

Rescaldo/Cronica

Home
A Historia
Etapa
Participantes
Programa
Marketing
Track GPS
Local de Encontro
Apoio nos Trilhos
Rescaldo/Cronica
Estatisticas
Fotos
Contactos
Caminhos de Avis 2009

Os Caminhos de Avis existem à seis anos, apesar dos trilhos estarem por lá  à milhões de anos.

 

O primeiro ano efectuei sozinho por estrada (101 kms) com bicicleta e pneus cardados

 

O segundo ano também foi por estrada (101 kms) com bicicleta de btt na companhia de sete pessoas que estavam a dar os primeiros passos no BTT. Foi a loucura. Quase todos iam morrendo

 

No terceiro ano fiz mais o meu pai e foi o primeiro ano por trilhos (170 kms), na vertente Norte.

No quarto ano foi aberto ao Povo e foi feito pela vertente Sul por trilhos (170 Kms)

No quinto ano foi efectuado a vertente Norte, com regresso no dia seguinte pela vertente sul (320 Kms)

 

Todos este cinco anos, Os Caminhos de Avis tiveram uma vertente muito intimista. Todos os participantes fizeram o Caminho em Bloco, todos se ajudavam uns aos outros.

Todos tinham a sensação, pela quilometragem em questão que podiam empenar. Então o que faziam? Mantinham-se no grupo.

 

No ano de 2009, Os Caminhos de Avis, acabaram em Avis com 185 Kms.

 

Este ano a situação mudou radicalmente. Em termos de apoio pelo próximo em geral foi horrível. Não se conseguiu levar o grupo unido do principio ao fim. Apesar de rolarmos muitos kms juntos, a partir de Benavente formaram-se vários grupos, só reagrupando nas ZA´s.

 

Outros dois pontos negativos, foi a não paragem de todos em Aldeia Velha e no fim não chegarmos todos ao mesmo tempo.

 

Existe uma formula excelente para que seja uma Trip conjunta. Não dar o Track a ninguém.

 

Claro que existiram muitos aspectos positivos.

 O numero de participantes para uma distancia tão longa foi surpreendente.  

Ainda mais surpreendente foi a media final de quase 22 km/h para 186 kms (os meus dados).

Todos estão a andar muito bem.

 

Os horários inventados acabaram por bater mais ou menos certos até à Aldeia Velha.  Como ficamos a beber umas minis na Aldeia e a reagrupar, demoramos mais um pouco a chegar a AVIS.

 

Durante o Caminho a boa disposição foi geral.

A passagem nos Caminhos de Fatima, nos estradões a perder de vista na Leziria, a ligação de Benavente a Coruche pelo Canal, o almoço em Coruche, o reforço em casa dos Pais do Pepe em Escusa, a montanha russa antes de chegar à barragem e Montargil, a subida de 10% ao chegar à Aldeia Velha, as minis e o chouriço em Aldeia Velha e a chegada quase ao Por-do-Sol a Avis, foram os pontos altos dos Caminhos de Avis.

 

Uma grande de salva de palmas ao Pepe e aos seus pais pela fabulastica recepção que nos fizeram. Belo banquete.

Às meninas participantes que são um exemplo para todos nós. Estão muito bem. Penso que está na hora de começarem a competirem na Taça de Maratonas em Portugal e não só … Tirem umas ferias e vão fazer umas maratonas lá fora.

 

Em relação à minha participação, mais uma vez numa grande distância a rasgar foi só prazer. Não tive qualquer quebra. Vou-vos contar o segredo. Existem uns comprimidos no lidl 100 unidades a 4.99€ que rebentam com o estômago, mas que vitaminas de A-Z incluindo um suplemento para fazer os olhos lindos. Experimentam e vão ver. Passam o dias na casa de banho e no hospital, mas dá uma grande Power, ou não ….

 

O Jantar foi num sitio brutal, com uma paisagem nocturna fora do vulgar. Foi muito giro o convívio extra bikes com a famílias.

 

O acampamento índio deu um toque especial aos Caminhos. Era quase um tudo ao molho é fé que não entre nenhum rastejante na tenda.

 

O acordar foi bem cedo. Ao primeiro piar dos passarinhos, a carola já estava fora da tenda.

 

Ás 9H e pouco já existiam canoas a flutuar na Barragem. Existem pessoas que tem mesmo queda para as bikes, mas para andar a direito nas canoas é que é mais difícil. O baril do Windsurf baldou-se. Mandou-me um sms a dizer que estava doente. Tangas ….

 

A agua da Piscina estava quente. Foi muito bom para os músculos e para mandar o empenanço à vida.

Almoço no bar da piscina e cantar os parabéns ao Flip na relva foi excelente.

 

Foi um belo fim-de-semana.

 

Amigos, obrigado por tudo. Foi um prazer pedalar e conviver com vocês.  

 

Até para o Ano, ou não …..

 

 

Os meus dados

186.7 Kms

8:56:03 tempo a pedalar

1311 metros de acumulado