Make your own free website on Tripod.com
Moto 4
Cabo Corvo - Couço

Home

Circuito do Vale da Canada em Trial | 1ºTrofeu Rapidix Moto4 Challenger 2004 | MAD MAX - Operação Cleópatra | Passeio InterBubas 2004 | Aldeia Velha - Alter do Chão | Cabo Corvo - Couço | Barba Torta - Monte dos Leões | Pousadouros - Gota Água

MOTO 4

 25/26 OUT 

Monte dos Leões - Couço

ida e Volta

73 Km´s de Puro Motocross

 

Tudo foi preparado na semana antes. Daniel Amor de Pais e Jorge Bolachas partiam em desvantagem para este novo duelo com os trilhos. Mas o nossos motards tinham a táctica bem estudada, depósito cheio e prego sempre a fundo! Nada podia falhar...

 

No entanto, os trilhos trataram de estabelecer um pacto com as condições atmosféricas de modo a tornar a tarefa dos nossos amigos mais difícil.

 

Foi com muita chuva, vento e trovoadas que o percurso se iniciou. Mas Daniel Amor de Pais e Jorge Bolachas estavam equipados com impermeáveis super permeáveis, não se deixando afectar pelo clima.

 

Partiram de Aldeia Velha em direcção aos Foros do Mocho (Shell). Contornaram a batida aos javalis liderada pelo temível Vitinho Javalis e a sua matilha de cães mata tudo, e voaram, planaram e rodaram pela estrada que liga o Monte dos Leões a Montargil.

 

A chegada ao primeiro check point (bomba da Shell) foi rápida. Aqueles trilhos já os rapazes conheciam bem, pelo que o polegar direito esteve sempre a pressionar o acelerador a fundo.

 

Os rapazes aproveitaram para atestar as suas potentes warrior e conversar um pouco com outros motards que também atestavam as suas máquinas.

 

Dali até ao Couço, os trilhos estavam em absoluta vantagem, visto o percurso ser totalmente desconhecido para os nossos jovens. Os rapazes sentiam-se como Vasco da Gama antes de dobrar o Cabo da Boa Esperança, que até então se chamava Cabo das Tormentas.

 

Mas como os nossos bravos marinheiros na altura dos Descobrimentos, também Daniel Amor de Pais e Jorge Bolachas decidiram ir em frente e conquistar o desconhecido.

 

Galgaram a estrada que liga Mora a Ponte de Sor e deslizaram pelos trilhos molhados e escorregadios até ao Couço. Muitos foram os slides, as curvas no limite, as rectas a fundo, mas os rapazes sentiam-se como peixes na água e as suas motos estavam a adorar.

 

A meio do percurso, sentiram-se um pouco perdidos. Mas, como estávamos em pleno Alto Alentejo, fronteira com o Ribatejo, lá apareceu um Compadre a dar umas dicas na orientação aos dois rapazes, fazendo com que eles conseguissem atingir o seu objectivo: chegar ao Couço antes do ano de 2015! O objectivo foi atingido às 17:20 do dia 25-10-2003.

 

Pelas 17:35 teve inicio a viagem de regresso com mais uma curta paragem na Shell para mudar a água às azeitonas. Às 18:20 passaram pelo exército popular caça javalis no monte da Arrabaça, que desde o fim da batida ali esperava para ver passar os nossos  motards. Ás 18:25 os nossos cavaleiros das máquinas voadoras chegaram junto das suas Babes, Patrícia Pocahontas e Helena Sol, que ansiosamente os aguardavam para lhes dar o merecido troféu.

 

Foram 73 kms de pura adrenalina, muita lama, muita água, rodados a grande velocidade, mas acima de tudo, foram 73 kms de puro prazer.

 

Os trilhos podem ir esperando por nós, pois prometemos regressar em breve.

moto425out.jpg

jorge.jpg

jorge1.jpg